Estou ouvindo Chico Buarque

Quisera eu escrever como Chico, que mito!
Todas as palavras que se encontram e se despedem nas linhas heterogêneas de cada refrão. E não só o refrão, todo o resto também. O vizinho está ouvindo funk, mas não me importo com a afronta. Que onda… É isto, não me canso, aliás só descanso ao ouvir os sambas que embalam as emoções escondidas onde não consigo chegar. Apenas através de Chico. Que mito!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s