Voluntários

Quer ser voluntário? Sabe por onde começar? Como trabalhar? A quem ou que instituição apoiar? O sitehttp://www.voluntarios.com.br/ pode dar uma ajuda nesta empreitada.

O canal reúne informações de entidades filantrópicas em todo o país por área de atuação (educação, terceira idade, cultura, meio ambiente, infância, etc). Existem hoje 5.200 instituições cadastradas.

O site foi criado em 1997, com o objetivo de abrir canais de participação para quem pretende apoiar projetos sociais. O diferencial é que os candidatos a voluntários também se cadastramformando um banco de dados disponível para consulta das instituições. Este banco soma hoje 23.680 voluntários (os dados são referentes aos últimos quatro anos).

Quando o voluntário encontra uma instituição onde ele pode atuar, basta entrar em contato e agendar uma visita. Depois disso é só começar o trabalho.

Segundo Leila Lorenzi, coordenadora da iniciativa, a maioria das entidades beneficentes no Brasil ainda são muito pequenas, e não têm programas de voluntariado.

Entretanto, qualquer pessoa pode ser voluntária, independente do grau de escolaridade ou idade, o importante é ter boa vontade e responsabilidade.

Números 

Dentre os estados brasileiros, São Paulo é o que apresenta o maior número de voluntários cadastrados (e conta também com o maior número de entidades cadastradas), com 53,78% do total. Em seguida vem o Rio de Janeiro com 12,69%. O Distrito Federal está em sétimo lugar, com 3,25% das participações. Os dados são de 31 de agosto.

Das 43 áreas de atuação cadastradas as crianças estão em primeiro. A categoria detém 24,65% dos voluntários. Em seguida vem “Educação”, com 12,10%. Em último lugar está a categoria “Prevenção do crime” com 0,10%.

Alguns pontos importantes para quem quer ser voluntário: 

  • É possível que alguma tentativa de ajuda não dê certo, mas é importante não desistir até encontrar a instituição em que se possa trabalhar da melhor forma.
  • Seja humilde. O fato de você ajudar não significa que você será paparicado e que seu trabalho não possa ser criticado.
  • O trabalho voluntário exige o mesmo grau de profissionalismo que em uma empresa, se não maior.
  • Existem regras a seguir, por mais meritória a causa, e não desanime se nem todos vibrarem e baterem palmas pelo seu trabalho.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s