Dia da caça, dia do caçador

Quando se acostuma a ficar nos bastidores, fazendo a ponte entre instituições e imprensa, é difícil ser notícia. Mas este dia foi muito interessante, portanto quero compartilhar aqui.

A visita ao Acre para produzir conteúdo dedicado à Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável – Rio+20 foi mais que uma missão da profissão; pois me proporcionou uma nova forma de enxergar a população que vive na floresta amazônica.

Eu já conhecia outros estados da Região Norte, já fui a comunidades indígenas, já passei de barco pelo belo Rio Negro, mas a realidade dos seringueiros é bem diferente. É por isso que quando se fala em políticas de desenvolvimento para a Região Norte, não se pode tratá-la como uma área uniforme, por mais que haja semelhanças.

A Agência de Notícias do Estado do Acre acabou publicando matéria sobre minha visita, e outros sites replicaram a nota. Uma parte desta experiência fantástica pode ser conferida aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s