Meu cantinho

Hoje estou com vontade de estar em casa. Deve ser o tempo frio. Só eu, meus pensamentos  e o transbordamento que eles podem ocasionar. Eu os seguro demais, eu sei. Eles ficam ali no espaço, voando no espaço fechado da minha timidez ou mesmo mudando diariamente.

Eu queria poder me concentrar mais neles, fluir neles, e não tomando a minha mente por temas externos, só cuidar do íntimo, do que fica lá abandonado gritando para atrair minha atenção.

Estes impulsos de querer cuidar mais da alma aparecem hoje em dia com mais frequência. Às vezes penso que pode ser o tempo, mas na verdade, acho que é mais uma revolta por me dar tanto a temas que quase sempre não preenchem minhas emoções.

O bombardeamento de informação, o modelo de produção que nos deixa quase que constantemente conectados e o padrão de vida, que nos exige mais cuidados e mais tempo, levam quase toda a energia que deveria estar concentrada nos anseios humanos individuais e coletivos.

A conectividade não necessariamente significa coletividade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s